Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Eduardo Kamei desiste de candidatura a vereador por conta de impasse no PSL

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Eduardo Kamei
Foto: Reprodução/Facebook
Error: Embedded data could not be displayed.

Partido é alvo de disputa jurídica pelo grupos dos prefeituráveis Fran Corrêa e Néfi Tales

O administrador de empresas Eduardo Kamei anunciou nesta sexta-feira, 2, a desistência de sua candidatura a uma vaga de vereador em Guarulhos.

A decisão ocorre, segundo Kamei, por conta do impasse jurídico gerado no PSL, partido ao qual tem legenda, entre os grupos dos prefeituráveis Fran Corrêa (PSDB) e Néfi Tales.

A executiva estadual apoia a candidatura de Fran. O presidente municipal Mateus Tolentino, ligado à Fran, chegou a realizar a convenção do partido no dia 31 de julho, quando aclamaram Kamei como vice da candidata tucana.

A mesma convenção havia determinado a expulsão de Néfi Tales Filho da legenda por ele ter se anunciado pré-candidato à Prefeitura pela legenda.

Com o apoio do deputado federal Luciano Bivar, presidente nacional do PSL, o grupo d Néfi conseguiu retomar o partido e homologar a candidatura a prefeito dele.

Porém, o grupo de Fran mantém uma liminar na primeiro instância da Justiça Eleitoral e tem um parecer favorável do Ministério Público a favor de Tolentino. Entretanto, ainda não há uma definição exata de como ficará este cenário.

“Diante desse fato, que pode se arrastar até o dia 26 de outubro, prazo final para decisão dos recursos, o que há é uma total insegurança sobre o destino que o partido terá neste pleito”, escreveu Kamei em sua página no Facebook.

“Nem mesmo o número da legenda nos oferece confiança, considerando que há outro candidato com a mesma legenda (17000). Isso nos impede até de pedir voto aos eleitores, já que há o risco de mudar o número no meio da campanha. Cabe também uma crítica ao sistema do TSE, que permitiu o registro de dois candidatos do mesmo município com a mesma legenda”, ressaltou Kamei.

Além de Kamei, o candidato Carlos Cohen também usa o mesmo número para vereador.

Error: Embedded data could not be displayed.
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram

Veja também...

Error: Embedded data could not be displayed.
Error: Embedded data could not be displayed.