fbpx
PUBLICIDADE

Doria prorroga quarentena em São Paulo até 4 de janeiro de 2021

Doria
Foto: Governo do Estado de São Paulo
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Nesta segunda (30), todos as cidades de SP voltaram para a fase amarela

O Governo de São Paulo publicou nesta terça-feira (1), no Diário Oficial do Estado, os decretos com a atualização das normas do Plano São Paulo e extensão do período de quarentena até 4 de janeiro de 2021.

Os decretos 65.319 e 65.320 preveem a atualização do Plano São Paulo, com especificação das normas para classificação de cada uma das fases de controle da pandemia, e estende o período de quarentena. A partir de agora, o prazo de análise de dados da pandemia passa a considerar intervalos de sete dias, e não mais a cada quatro semanas. 

Na última segunda-feira (30), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou a reclassificação do Plano São Paulo, em que todas as cidades do estado de SP – o que inclui Guarulhos – voltaram para a fase amarela. De acordo com Doria, a mudança ocorreu devido ao crescimento de mortes e internações pelo novo coronavírus.

O novo mapa, com a 15ª atualização do Plano São Paulo e classificação geral do Estado na fase amarela, começa a valer nessa quarta-feira (2). O documento pode ser acessado no site oficial do Plano São Paulo.

Fase Amarela

A fase amarela do Plano São Paulo não fecha atividades econômicas, mas torna as regras de funcionamento mais rígidas. Estabelecimentos como bares, restaurantes, academias, salões de beleza, shoppings, escritórios, concessionárias e comércios de rua voltam a ter limitações de horário e capacidade de público.

O atendimento presencial em todos os setores fica restrito a dez horas diárias, sequenciais ou fracionadas, e 40% de capacidade. Os estabelecimentos terão que fechar o atendimento local até as 22h. Todos os eventos com público em pé estão proibidos na fase amarela.

Monitoramento

A nova classificação do Plano São Paulo está prevista para ocorrer no dia 4 de janeiro de 2021. Até lá, o Governo de SP passará a fazer o monitoramento e divulgação semanal das estatísticas do coronavírus. A medida garantirá o acompanhamento contínuo das taxas de evolução da pandemia e de capacidade do sistema hospitalar em todo Estado.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM