fbpx
PUBLICIDADE

Doria promete vacinar crianças contra a covid, mesmo sem aval do Ministério da Saúde

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Governador aguarda parecer da Anvisa sobre a Coronavac

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta terça-feira (28) que o Estado de São Paulo vai vacinar as crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19 em janeiro, mesmo que não haja autorização do Ministério da Saúde. Ele avalia que o parecer da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) é o suficiente para contemplar esse público.

Atualmente, a agência já permite a vacinação de crianças com o imunizante da Pfizer, mas as doses ainda não foram adquiridas pelo Ministério da Saúde, que realiza consulta pública sobre o tema.

A gestão Doria tentou adquirir as vacinas diretamente com a Pfizer, mas a farmacêutica prioriza as negociações com o Governo Federal. De qualquer forma, o Estado aguarda parecer da Anvisa sobre o pedido de uso emergencial da Coronavac em crianças.

“São Paulo está gestionando junto à Anvisa, respeitando a sua qualidade, para que possa avaliar e autorizar o uso emergencial da vacina Coronavac, que já se mostrou eficaz, produtiva e adequada em vários países, inclusive aqui na América do Sul, no Chile e Equador, para a vacinação de crianças”, comentou.

O Governo do Estado iniciou a impressão de 4,5 milhões de carteira de vacinação para entregar aos pais das crianças.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM