fbpx
PUBLICIDADE

Doria diz que tomará medidas cabíveis contra quem não quiser tomar vacina

Foto: Freepik
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Governador insiste que vacinação contra covid-19 será obrigatória no Estado

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que os 46 milhões de paulistas serão vacinados contra a covid-19 e que a imunização será obrigatória. Ele participou de coletiva de imprensa, nesta sexta-feira (16), no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

Segundo Doria, as pessoas que se negarem a receber a vacina poderão ser acionados judicialmente. Ele avalia que a superação da pandemia será possível apenas quando a maioria da população estiver protegida contra o vírus. “Não dá para na pandemia vacinar alguns e outros não.”

Segundo o governador, apenas as pessoas que tiverem recomendação médica para não receberem a vacina que poderão ficar isentos da obrigatoriedade.

Na próxima quarta-feira (21), Doria terá reuniões no Ministério da Saúde e na Anvisa para garantir a liberação da vacina. Se não houver acordo, apenas os paulistas serão vacinados.  

O secretário executivo do Centro de Contingência do Coronavírus, João Gabbardo, informou que os estudos iniciais indicam que a Coronavac – vacina produzida em parceria com o laboratório chinês Sinovac e o Instituto Butantan – possui 98% de eficácia. Para efeito de comparação, a vacina contra a gripe tem 90% de eficácia.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM