PUBLICIDADE

Anterior
Próximo

PUBLICIDADE

Anterior
Próximo

Doria ameaça processar cidades que flexibilizaram quarentena

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

PUBLICIDADE

No Palácio dos Bandeirantes, nesta quarta-feira (22), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que pode adotar medidas judiciais contra prefeitos que flexigilizem a quarentena imposta pelo Estado até o Dia das Mães, 10 de maio. É o caso da cidade de Guarulhos, cujo prefeito Guti (PSD) determinou a abertura de alguns coméricos hoje.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

“Tenham resiliência para aguardar a etapa seguinte”, disse Doria, em recado aos prefeitos. O Plano São Paulo, anunciado hoje, preve a abertura gradual dos setores fechados a partir de 11 de maio, dependendo da incidência do novo coronavírus em cada cidade.

Antes de adotar medidas judiciais, Doria informou que vai buscar o diálogo com os prefeitos. Outros municípios, como São José dos Campos, anunciaram flexibilizações para reabertura dos comércios não essenciais.

Questionado sobre a ameaça de Doria, Guti informou, em nota, que “o novo decreto publicado ontem (21) está em vigor até o próximo dia 5 de maio. Novas regras de reabertura do comércio, com a implantação da segunda fase, dependem ainda do comportamento da população e, principalmente, dos índices de contaminação da Covid-19, que são analisados diariamente”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE