PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Debate entre Guti e Elói Pietá na Band é marcado por ataques

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Foto: Reprodução/Facebook

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Candidatos vão se reencontrar na próxima quarta-feira

O debate da Band TV entre os candidatos à Prefeitura de Guarulhos Guti (PSD) e Elói Pietá (PT), na manhã deste sábado (21), ficou marcado por ataques, mas também foi uma boa oportunidade para conhecer as propostas deles. Os dois estão no segundo turno da eleição municipal.

Os candidatos vão se reencontrar no debate ACE (Associação Comercial e Empresarial) e Consórcio de Mídia (GRU Diário, TV Guarulhos, TBL Comunicação, Click Guarulhos e GuarulhosWeb), na próxima quarta-feira (25), das 19h às 21h, com transmissão na TV Guarulhos (Canal 3 da Claro TV) e nas páginas de Facebook dos veículos parceiros.

Denúncias de corrupção

Guti criticou Pietá por ter sido secretário nacional do PT no início da década de 2010, época em que vários dirigentes do partido foram presos e acusados por corrupção. O petista rebateu que não sofreu nenhuma denúncia de corrupção. “Isso prova minha honestidade”, disse Pietá, que rebateu acusações de desvios na gestão atual.

O atual prefeito afirmou que criou a Controladoria e citou que a empreiteira Camargo Correa começou o Viaduto Cidade de Guarulhos, não concluiu a obra – que precisou ser finalizada pela Proguaru – e depois financiou a campanha de Janete Pietá – esposa do ex-prefeito – para deputada federal em 2010.

Pietá negou irregularidades e pediu para não envolver ataques familiares. No final do debate, o petista contou que o pai de Guti, Antonio Costa, foi comissionado na gestão do ex-prefeito Sebastião Almeida (PT). Na réplica, o prefeito ponderou que seu pai trabalhou “seis, oito meses na gestão petista para combater crimes ambientais e saiu por decepção porque não tinha como trabalhar”.

O petista ainda acusou a gestão Guti de repassar a gestão de hospitais municipais para organizações sociais envolvidas em corrupção, com dois dirigentes presos. Guti rebateu que não houve crimes em Guarulhos, que está de olho nas entidades e afirmou que dois secretários da gestão Pietá (2001-2008) foram presos. O ex-prefeito disse que as detenções não ocorreram em seu mandato.

Pandemia

Sobre a pandemia do novo coronavírus, Pietá lembrou o pagamento de R$ 6,20 por máscaras, que é investigado pelo Tribunal de Contas da União. Guti retrucou que o relatório do órgão aponta possível sobrepreço da empresa e não da Prefeitura. “Se houve (sobrepreço), queremos o dinheiro de volta”.

O prefeito defendeu o plano de contenção da pandemia na cidade. Ele disse que, caso ocorra uma segunda onda da covid, há plano de instalação de 20 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) no Hospital Municipal de Urgências (HMU), no Bom Clima, além da contratação de outros 16 leitos da iniciativa privada.

Pietá insinuou que o Hospital de Campanha, que ficou no Parque Cecap entre março e julho, tinha interesse eleitoral. “Só sobrou o asfalto do hospital de campanha. Era necessário colocar leitos de enfermaria e UTI no Hospital da Mulher, que seria um legado para a cidade”, acusou. Guti respondeu que isso não seria possível, pois demoraria dois meses para efetuar a instalação dos equipamentos. “Tínhamos que ser rápidos. O Hospital da Mulher falta teto, piso. Tem só o esqueletão.”

Trevo de Bonsucesso

O ex-prefeito afirmou que fez um primeiro Trevo de Bonsucesso, em sua primeira gestão, em três anos. Ele criticou a gestão Guti por não concluir a atual obra, que teve início na gestão Almeida. O atual prefeito afirmou que problemas de desapropriação impediram a conclusão do Trevo, mas ponderou que a obra será retomada na segunda-feira e teve ser finalizada em janeiro.

Propostas

Guti prometeu implantar o IPTU regressivo na próxima gestão, com redução da cobrança nos bairros com pouca infraestrutura. Ele disse ainda que vai lançar, em janeiro, um programa para emprestar R$ 4 mil para os microempreendedores individuais, sem juros, para ser pago em 20 meses. “Aos adimplentes, a Prefeitura vai pagar a última parcela”, disse. O prefeito citou ainda a instalação de uma Faculdade Municipal em 2022 com os cursos de Psicologia e Pediatria.  

Pietá afirmou que, em suas gestões, isentou 64 mil moradias de IPTU, além de empresas e templos religiosos. Ele disse ainda que vai congelar a tarifa de ônibus, ampliar o Passe Livre para os estudantes e resolver os problemas dos engarrafamentos na cidade. O petista lembrou que ampliou de cinco para mais de 60 creches em sua gestão e disse que voltará a investir em convênios.

Rodízio

Guti ressaltou que conseguiu, com o acordo com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) acabar com o rodízio de água em Guarulhos e elevar o tratamento de esgoto de 2% para 40%.

Pietá afirmou que sua gestão fez “enormes investimentos” nessa área, citando que os bairros da periferia chegavam a ficar mais de uma semana sem abastecimento.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

PUBLICIDADE