fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Covid-19 mata 410 guarulhenses em maio mesmo com queda de novos casos

Cemitério Vila Rio
Foto: Mari Cavalcante/GRU Diário
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Cidade continua com altas taxas de ocupação e UTIs e sob ameaça de invasão da variante indiana pelo aeroporto

Mesmo com a queda da contaminação da covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus matou 410 guarulhenses em maio, de acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde nesta segunda-feira (31).

Com o volume de óbitos, maio de 2021 é o quarto pior mês da pandemia na cidade. Abril deste ano continua como o mais trágico, com 774 mortes pela doença, seguido por março do mesmo ano, quando 558 pessoas foram vitimadas. O terceiro pior mês foi julho de 2020, quando foram registradas 426 mortes.

Os dados apontam que mais 5.211 infecções da doença acontecem na cidade neste mês contra 9.739 do mês passado.

Mas mesmo com a queda das contaminações, os leitos de UTI para covid-19 na cidade ficaram, praticamente todo o mês, com taxas de ocupação superiores a 90%. Na data de hoje, mais de 200 pessoas estão internadas por conta da doença:

Leitos ocupados
Fonte: Governo do Estado de SP

Nesse momento, Guarulhos ainda teme o risco de uma terceira onda que pode ser gerada pela variante indiana da covid-19, visto que dois casos confirmados já passaram pelo Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos, em Cumbica, de moradores do Rio de Janeiro e de Minas Gerais, que vieram de viagens internacionais.

O prefeito Guti (PSD) solicitou o fechamento do aeroporto e vacina para todos os guarulhenses, mas, até o momento, as duas medidas ainda não foram atendidas pelo governo federal.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM