fbpx
PUBLICIDADE

Covas sanciona aumento do próprio salário em mais de 46% na Capital

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anuncia a nova modalidade do programa Corujão da Saúde, durante entrevista à imprensa (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Projeto proposto pelo prefeito eleva o teto do funcionalismo público e foi aprovado ontem na Câmara Municipal

O prefeito Bruno Covas (PSDB) sancionou o aumento de mais de 46% do próprio salário e também dos cargos de vice e secretários da Capital, conforme publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (24).

O projeto, de autoria do próprio Executivo, foi aprovado em segunda votação na Câmara na quarta-feira (23). A medida começa a valer a partir de 2022 e permite uma elevação também do teto do funcionalismo público, já que nenhum servidor pode ganhar mais que o prefeito e agora este vencimento foi elevado.

Com a medida, o salário do prefeito salta de R$ 24.175 para aproximadamente R$ 35.462. De acordo com a Presidência da Câmara, a lei é uma correção dos subsídios do prefeito, vice-prefeito e secretários em patamar abaixo da inflação acumulada no período. “Desde a última correção, em 2012, a inflação acumulada chega a 63,11% pelo IPCA e 100,41% pelo IGP. Importante ressaltar ainda que a correção valerá apenas a partir de janeiro de 2022”, afirmou.

O projeto recebeu duras críticas de parlamentares da oposição por conta do momento de pandemia.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM