PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Corpo de Bruno Covas é enterrado ao lado do jazigo do avô

Foto: Reprodução/Globo News
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

PUBLICIDADE

Bombeiros conduziram translado pelas ruas da capital

O corpo do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), foi enterrado no início da noite deste domingo (16), no Cemitério do Paquetá, em Santos, em uma cerimônia restrita a familiares. Ele foi sepultado ao lado do jazigo do seu avô, o ex-governador Mário Covas, que morreu há 20 anos, também de câncer.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Covas morreu hoje, às 8h30, no Hospital Sírio Libanês, na capital paulista, por causa de agravamento de câncer em metástase nos ossos e no fígado. Ele deixa um filho de 15 anos.

O estado de saúde de Bruno Covas, que sofre de um câncer metastático, começou a piorar no dia 2 de maio, quando os médicos que o atendem descobriram um sangramento no local de seu tumor inicial.

O velório durou cerca de uma hora, no início da tarde, no Edifício Matarazzo, sede da Prefeitura de São Paulo, e contou com a presença de alguns familiares e políticos, como o governador João Doria (PSDB).

Um caminhão dos bombeiros conduziu o cortejo do corpo do prefeito pelas ruas da capital. Houve diversos pontos de aglomeração no trajeto por admiradores de Covas. O cortejo seguiu para Santos, cidade natal do prefeito paulistano, e chegou no início da noite.

A cidades de São Paulo decretou luto oficial de sete dias. Já a cidade de Santos tem luto oficial de três dias.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE