fbpx
PUBLICIDADE

Coronavírus mata mais da metade dos guarulhenses infectados acima de 80 anos

Foto: Drobotdean/Freepik
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Letalidade nessa faixa etária em Guarulhos é a maior entre os municípios paulistas com mais de 500 mil habitantes

O boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, divulgado nesta terça-feira (7), revela que o índice de pessoas mortas com mais de 80 anos pelo novo coronavírus em Guarulhos é o maior entre os municípios paulistas mais populosos. Mais da metade dos infectados nessa faixa etária se tornam vítimas fatais da doença.

Segundo o balanço, a cidade registra 8.082 infecções pela covid-19, com 774 óbitos. Destes, 141 mortes são de idosos entre 80 e 89 anos (57% homens e 43% mulheres). A letalidade nesse público foi de 50,2%. Já para as pessoas acima dos 90 anos, foram 39 vítimas fatais – o que equivale a 58,2% das infecções nessa faixa de idade.

Para efeito de comparação, na capital paulista – município campeão de casos de covid-19 no Brasil – a letalidade é de 37,8% para os idosos entre 80 e 89 anos, e de 45,3% para os que têm acima de 90 anos.

A menor letalidade atinge os jovens entre 20 e 29 anos – foram oito mortes, o equivalente a 0,9% dos infectados nesse público.

A maioria das mortes pelo coronavírus, em Guarulhos, entretanto, atingiram idosos entre 60 e 69 anos – 25,1% dos óbitos totais. A letalidade para eles é de 22,2%.

Os números da Secretaria de Estado da Saúde são diferentes dos divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde. A gestão Guti (PSD) soma 10.352 casos confirmados da covid-19, com 772 mortes

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM