fbpx
PUBLICIDADE

Com sindicalistas, Haddad reforça propostas de aumentar salário mínimo paulista e zerar ICMS de alimentos

Encontro de Haddad com sindicalistas
Foto: Divulgação
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Petista avalia que medidas vão contribuir para o combate à fome no Estado

O candidato ao Governo do Estado, Fernando Haddad (PT), voltou a colocar o aumento do salário mínimo paulista para R$ 1580 e a redução a zero do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços) da cesta básica e da carne como prioridades caso seja eleito governador. Ele participou nesta quinta-feira (25) de ato realizado por centrais sindicais e movimentos populares no centro do São Paulo.

“A economia só vai funcionar aumentando o poder de compra do trabalhador. Só há duas formas de fazer isso acontecer: repor em 100% das perdas do salário mínimo paulista, que passará a ser R$ 1580. A outra forma é reduzir o preço do que é essencial. Já disse e repito: a carne e a cesta básica vão baixar de preço porque vou zerar o ICMS”, comentou.

No encontro, Haddad ainda recebeu documento com as propostas sugeridas pelos movimentos ao seu programa de governo.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM