fbpx
PUBLICIDADE

Com proximidade de reabertura comercial, São Paulo bate recorde de mortes em 24h

Foto: Governo de São Paulo
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Estado diminuiu participação nos casos de covid-19 no País de 68% para menos de 20,5%

Mesmo com o plano de flexibilização próximo de ser iniciado, o Estado de São Paulo chegou a um novo recorde com 334 mortes em 24 horas e alcançou 150 mil casos confirmados da doença, nesta terça-feira, 9.

O índice foi registrado um dia após o Comitê de Contingência do Coronavírus de São Paulo afirmar que a cidade se aproximava do platô, de uma estabilização no número de contaminações e mortes pela doença no Estado

“Nós continuamos na mesma média de crescimento que é de 3,5% do número de óbitos eu diria para vocês que estamos passando por um crescimento de baixa velocidade, é muito duro e difícil dizer isto em relação a óbitos”, disse o secretário de saúde José Henrique Germann.

Já o coordenador do comitê, Carlos Carvalho, afirmou que lhe causou muito mais estranheza os números de ontem serem significativamente mais baixos, quando foram confirmadas 43 mortes. De acordo Carvalho, se feita uma média destes dias, os números são significativamente menores que números anteriores.

O secretário de Desenvolvimento Regional Marcos Vinholi ressaltou ainda que São Paulo deixou de representar quase 68% dos casos de covid-19 no Brasil, como ocorreu no começo da pandemia, para menos de 20,5%.

Em geral, o plano de reabertura do Estado continua em andamento.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM