fbpx
PUBLICIDADE

CinePop Especial traz programação especial sobre os direitos das mulheres

cine pop
Foto: Divulgação/PMG
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Atividade foi realizada pelo Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua

Para celebrar o Dia Internacional da Mulher, o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua – Centro Pop I promoveu na última quarta-feira (8) uma edição especial da programação CinePop, que combina exibições de filmes com de rodas de conversa para discussão e reflexão sobre temas diversos.

Na ocasião foram exibidos o curta-metragem de animação Era uma Vez Outra Maria e o premiado longa-metragem espanhol Silenciadas. Também foi ofertado ao público do Centro Pop um café da manhã especial, com sanduíches, bolos, sucos, refrigerantes e pipoca. As mulheres assistidas receberam um brinde como recordação pela data.

Era uma Vez Outra Maria é uma animação educativa que promove a saúde e a autonomia das mulheres com o objetivo de colaborar para a conscientização sobre o direito feminino ao pleno desenvolvimento em todas as esferas da vida.

Em Silenciadas, filme inspirado em acontecimentos históricos, um grupo de jovens mulheres acusadas de bruxaria busca estratégias para sobreviver à Inquisição no início dos anos 1600, período em que quaisquer manifestações de liberdade e espontaneidade eram justificativas para submeter mulheres às mais cruéis formas de tortura e condená-las à morte. Durante a Idade das Trevas de então, mulheres condenadas por bruxaria ou heresia eram humilhadas e executadas em praças públicas, queimadas vivas em fogueiras ou, caso confessassem serem bruxas, eram guilhotinadas e tinham seus corpos incinerados.

Após a exibição dos filmes foi possível traçar paralelos com a luta atual das mulheres por igualdade, liberdade, autonomia e, principalmente, pelo direito à vida, pois, de acordo com dados oficiais publicados pelo Monitor da Violência – parceria do site G1 com o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (USP) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública –, o número de feminicídios bateu recorde no Brasil em 2022, com 1,4 mil mulheres mortas apenas pelo fato de serem mulheres, o que representa uma a cada seis horas, em média, registrando o maior número no país desde que a lei contra o feminicídio entrou em vigor, em 2015.

Para a equipe técnica da unidade, atividades como o CinePop Especial 8 de Março são fundamentais para que a população em situação de rua se reconheça como parte desse debate, pois estimulam a conscientização e ao mesmo tempo demonstram que o Centro Pop é ponto de apoio para que as mulheres sejam orientadas. Além disso, desperta nos homens um olhar mais crítico em relação ao machismo e à misoginia tão presentes no cotidiano.

Serviço

Centro Pop I – Gopoúva

  • Endereço: Rua Salvador Gorgone, 4, Vila Progresso
  • Telefone: 2421-0929

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM