fbpx
PUBLICIDADE

Ciesp quer redução de 50% da taxa do lixo em Guarulhos

Foto: Lupacom
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Prefeitura vai divulgar novos valores na próxima semana

Diante da forte oposição à implantação da Taxa de Resíduos Sólidos, conhecida como Taxa do Lixo, a Prefeitura de Guarulhos estuda maneiras de reduzir os valores. O prefeito Guti (PSD) convocou uma nova reunião para a próxima quarta-feira (27) com a base governista e entidades de classe para anunciar os novos valores.

O diretor do Ciesp Guarulhos, Maurício Colin, confirmou que já teve três reuniões com o prefeito para tratar do assunto. “O Guti sinalizou uma redução. Entendo que deva ser geral”, comentou.

De acordo com Colin, o Ciesp defende uma redução geral, além de taxação simbólica para as indústrias que são grandes geradoras de resíduos sólidos, pois estas já investem no tratamento e destinação do lixo produzido. “Se o industrial tiver que pagar mais uma taxa pelo lixo é melhor parar de recolher e deixar na porta. Para a Prefeitura o custo vai ser muito maior”, afirmou.

Colin defende uma redução por volta de 50% nos valores da taxa do lixo. Contudo, ele acredita que a Prefeitura vai propor 30%. “Se não for algo bom nós vamos judicializar”, garantiu.

Na opinião do vereador Gilvan Passos (PSD), líder do Governo na Câmara Municipal, a comparação com São Paulo, que promete isentar a taxa, é injusta. “A capital tem elevado o IPTU constantemente, além de elevar outras taxas. Falam que vão receber dinheiro de Congonhas para isentar o lixo, mas isso não é uma certeza”, disse. Ele comparou com Guarulhos que espera aval da Justiça para receber valores da Infraero.

Passos enalteceu que o governo municipal já garantiu a isenção da taxa do lixo para pessoas de baixa renda. “Estamos ansiosos para ver o estudo da Prefeitura sobre a queda dos valores e, se precisar aprovar na Câmara, faremos rapidamente”, comentou.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM