fbpx
PUBLICIDADE

Caminhoneiros prometem greve se governo não baixar diesel: “Ou paramos o País”

greve caminhoneiros
Foto: Agência Brasil
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Associações de motoristas decidiram declarar “estado de greve” de 15 dias

Grupos de caminhoneiros prometem fazer greve em 1º de novembro caso o governo não reduza o preço do diesel, além de outras reivindicações. As informações são do Estãdo.

A categoria declarou “estado de greve” de 15 dias, no último sábado (16), e disse que entregará uma lista de exigências ao governo federal.

Entre elas estão o cumprimento do valor mínimo do frete rodoviário, a aposentadoria especial para a categoria (aos 25 anos de trabalho) e a mudança na política de preços da Petrobras para combustíveis para reduzir a flutuação do diesel.

O documento será assinado pela Abrava, pelo CNTRC (Conselho Nacional do Transporte Rodoviário de Cargas) e pela CNTTL (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes e Logística)

Segundo a reportagem, “o governo federal vê a mobilização como ameaças feitas antes – e que mais uma vez não devem ser cumpridas”. 

“Agora, ou o governo senta com a categoria para fazer um trabalho, chama as partes envolvidas – Petrobras, STF, Congresso – ou paramos o País”, disse o presidente do CNTRC, Plínio Dias, em referência ao movimento ocorrido em 2018, ainda durante o governo Michel Temer.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM