PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Câmara refaz requerimentos de informações e cobra mais transparência da Prefeitura

Edmilson Souza
Foto: reprodução/Facebook/Câmara
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Edmilson Souza chegou a dizer que funcionário investigado pelo MP afirmou em resposta que a Câmara deveria investigar a postura dele

Vereadores da Câmara Municipal, principalmente da Oposição, apresentaram uma série de requerimentos de informações que foram solicitados à Prefeitura e que ele consideram que não houve uma resposta adequada.

A discussão sobre a suposta falta de transparência da gestão municipal tomou corpo nesta quarta-feira (4).

“Às vezes acaba aumentando a pauta aqui da Câmara porque a gente envia ofícios para o governo e o ofício não é respondido. Por isso que a gente tem que tratar isso como requerimento”, disse o vereador Maurício Brinquinho (PT), que solicitou uma cópia de processos de desapropriação do Trevo de Bonsucesso.

Ele considerou absurdo ter de tratar como requerimento uma situação que já havia sido solicitada por ofício. O presidente da Casa de Leis, Martello (PDT), afirmou ainda que muitos dos ofícios e requerimentos são respondidos de forma efusiva, sem clareza de informações. O vereador Edmilson Souza (Psol) também engrossou o coro de críticas.

“Eu tive uma resposta curiosa da Prefeitura, onde um funcionário público, que está sendo investigado pelo Ministério Público por uma denúncia deste governador, que primeiro ele fez uma defesa dele. Ele queria saber qual o interesse do vereador Edmilson Souza em investigar as questões do ISS e do IPTU em Guarulhos. Ele fez uma defesa dele e disse que a Câmara deveria se posicionar contra a postura deste vereador”, criticou Edmilson.

Edmilson disse ainda que foi acusado pelo funcionário em questão de perseguir uma empresária e não enviou as informações solicitadas. Edmilson afirmou que fez um novo requerimento questionando a postura do funcionário público.

“Dependendo da resposta que vier, eu estou entrando na Justiça para garantir o direito de que a gente tenha a resposta, eu acho que é um absurdo a gente ter de recorrer ao Judiciário”, argumentou o vereador da Oposição.

Martello disse então que trataria do tema diretamente com o prefeito.

“Vou encaminhar um ofício direto ao prefeito para que responda todos os requerimentos de qualquer vereador. E responda, no mínimo, com coerência, no mínimo com uma resposta. Não pode haver, na minha concepção, discussão entre o funcionário e o vereador”, disse Martello.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE