PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Câmara deve fazer visita para verificar denúncias contra o Hospital Pimentas

Hospital dos Pimentas
Foto: Divulgação
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Ideia foi lançada pelo presidente da Casa de Leis, Martello (PDT), após reclamação de diversos vereadores

Vereadores da Câmara Municipal devem fazer uma visita ao Hospital Pimentas-Bonsucesso para verificar denúncias de abandono referentes ao local. O movimento foi encabeçado pelo presidente da Casa de Leis, Martello (PDT), durante sessão virtual realizada nesta quarta-feira (23).


As denúncias sobre o hospital começaram em uma fala da vereadora Márcia Taschetti (PP), que afirmou ter tido uma reunião dentro do hospital na última terça-feira (22). Ela disse que embora não haja a falta de medicamentos, os gestores têm de escolher entre pagar o funcionário e comprar medicamentos.

A vereadora solicitou apoio da Comissão de Saúde da Câmara para avaliar uma possível cláusula de sub rogação (substituição judicial de uma pessoa ou coisa por outra, na mesma relação jurídica).

O vereador Rômulo Ornelas (PT) aproveitou a oportunidade e acusou a Comissão de Saúde do Legislativo, presidida pelo vice-líder de governo Geraldo Celestino (PSC), de ser omissa.

“Uma pura irresponsabilidade que a comissão de saúde comente. Nunca se manifestou e nunca vez uma visita ao Hospital Pimentas. Como que se pode um hospital que tem uma arrecadação R$ 80 milhões anos e não tem nada? Não tem nem papel higiênico”, afirmou o petista.

Rômulo então cobrou Martello para que tomasse alguma medida.

“Vamos na semana que vem dar um pulo até o hospital do Pimentas para ver em bloco o que está acontecendo. Se a coisa realmente estiver tão grave, e eu acredito no que vocês estão dizendo, eu me comprometo a gente dar uma olhada, ver o que a gente pode fazer, falar com o prefeito para ver o que pode ser melhorado”, disse Martello.

Citado por Romulo, Celestino afirmou que a comissão esteve no hospital e sabe dos problemas que estão acontecendo.

“Às vezes a oposição dá uma aumentada porque tem pessoas da oposição que gostam de fazer palanque eleitoral com a saúde pública”, rebateu Celestino.

Celestino disse que está marcando uma reunião com o secretário de Saúde, Ricardo Rui, mas o presidente da Casa insistiu que o tema deve ser tratado diretamente com o prefeito.

Por fim, Márcia Taschetti voltou a pedir apoio da Casa de Leis para uma próxima reunião que terá no local na próxima quinta-feira (1º), mas Martello insistiu que fará a visita.

O Hospital Pimentas é gerido pelo o Instituto de Desenvolvimento de Gestão, Tecnologia e Pesquisa em Saúde e Assistência Social.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM