PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Câmara aprova requerimento de informações sobre finalização do Trevo de Bonsucesso

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Janete Pietá
Foto: divulgação

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Error: Embedded data could not be displayed.

Vereadores também criticaram rodízio de caminhões no Trevo e falta de sinalização sobre a medida

A Câmara Municipal de Guarulhos aprovou, durante sessão virtual nesta quarta-feira (7), requerimento da vereadora Janete Pietá (PT) sobre a conclusão de obras do Trevo de Bonsucesso.

“O prefeito Guti disse que em janeiro deste ano o Trevo estaria pronto. E eu pergunto, por que ainda não está pronto?”, afirmou Janete. “Quero deixar bem claro para a população, já estamos em abril, não foi concluído, mas mesmo assim eu peço informação, porque quem sabe aconteceu algo relevante”, terminou a vereadora ao afirmar que irá dar ampla publicidade ao tema.

O presidente do Legislativo, o vereador Martello, também afirmou que desconhece um prazo para conclusão da obra.

“Este vereador passa lá diariamente e eu me pergunto diariamente quando vai ficar pronto este Trevo de Bonsucesso. É um mistério Tem concluir ali, segundo o prefeito, 5%, eu não sei se é 5, se é 10, se é 15, se é 1. A população está cansada e realmente, diariamente está ali em torno de meia hora, quarenta minuto a uma hora, para passar neste abençoado Trevo”, disse Martello.

O vereador Laércio Sandes (DEM) afirmou também ser contra a determinação de rodízio de caminhões no Trevo.

“Ao meu ver isto é um grande desserviço a cidade de Guarulhos por conta de que não pode o governo municipal passar recibo por conta do erro de projeto do viaduto de Bonsucesso. A gente passa ano, vai ano, vem ano, e está se falando nesta finalização do Trevo de Bonsucesso e ao mesmo tempo de que o projeto do Trevo em questão foi mal feito e não atende os anseios da nossa cidade”, afirmou Sandes.

De acordo com o vereador Lamé (MDB), é necessária uma nova obra um pouco adiante, sentido Rio de Janeiro, somente para retorno à Via Dutra.

“Só tem esse local geográfico para os caminhões trafegar. Não é restringindo a circulação que vai resolver o problema. Vai resolver o problema uma nova obra”, disse Lamé.

Vice-líder do governo, Geraldo Celestino afirmou que a novela do Trevo começou ainda no fim da gestão do ex-prefeito Sebastião Almeida (à época no PT/ hoje no PDT).

“Nós tivemos no segundo mandato do prefeito Sebastião Almeida, onde teve o programa do PAC, de Aceleração do Crescimento, onde foi liberada uma verba para o término daquelas obras e aquelas obras foram praticamente paralisadas um ano antes do governo Almeida porque o município teve problemas de repasses, por causa da contrapartida da cidade ao governo federal, junto à Caixa Econômica, e também tivemos ali muitos problemas de desapropriação”, afirmou Celestino.

Celestino afirmou ainda que por conta da troca de comando do governo federal, com a vitória de Jair Bolsonaro (Sem Partido), em 2018, todos os convênios foram suspensos e foi necessária uma nova conversa para liberação de recursos para o Trevo.

“O que nós temos que fazer, a gestão junto aos deputados federais da cidade, que libere a verba para aquela passagem da Dutra próximo da antiga Riachuelo. Não adianta ficar jogando pedra neste governo”, complementou Celestino.

Após a fala de Celestino, Martello afirmou que ninguém culpou o presidente Guti.

“O que a gente quer? Eu tenho certeza que vossa excelência também quer, que é o término da obra. Se ele não é viável, que fique viável, que se remaneje, que se faça um novo projeto”, afirmou o presidente do Legislativo.

PUBLICIDADE

Previous
Next

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Error: Embedded data could not be displayed.
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM