fbpx
PUBLICIDADE

Bolsonaro volta a descartar auxílio emergencial em 2021: “Vai quebrar o Brasil”

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Presidente ainda disse que brasileiros precisam “voltar a trabalhar”

O presidente Jair Bolsonaro voltou a descartar retorno do auxílio emergencial em 2021 em transmissão ao vivo nas redes sociais. 

 “Lamento, o pessoal quer que continue, vai quebrar o Brasil. Vem inflação, descontrole da economia, vem um desastre atrás disso aí. E todo mundo vai pagar caríssimo”, disse. 

De acordo com o “Extra”, nos últimos dias, candidatos às presidências da Câmara e do Senado, inclusive quem tem o apoio do governo, vem defendendo medidas de transferência de renda aos mais vulneráveis. Até agora, o governo vem descartando a medida.

Bolsonaro ainda afirmou que a capacidade de endividamento chegou ao limite e que as pessoas tinham que “voltar a trabalhar”.

“Ficamos cinco meses com R$ 600 e depois quatro meses com R$ 300. Imagina se eu desse o auxílio emergencial e todo mundo ganhando, por exemplo, R$ 1 mil por mês até acabar a pandemia. O caminhoneiro vai parar também. O pessoal do campo: “vou parar também”. Temos que voltar a trabalhar”, disse Bolsonaro.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM