PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Bolsonaro volta a ameaçar eleição de 2022 se voto impresso não for aprovado

Bolsonaro
Foto: reprodução/Facebook/Bolsonaro
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Presidente fez uma live neste domingo (1º) para sua base de apoiadores que realizam atos em todo o País

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) voltou a ameaçar a realização das eleições de 2022 se o voto impresso não for implementado. A declaração foi dada em discurso durante uma live, neste domingo (1º), que teve como objetivo engajar a sua base de apoiadores que fazem atos por todo o País.

“Vocês estão aí, além de clamar pela garantia da nossa liberdade, buscando uma maneira que tenhamos eleições limpas e democráticas no ano que vem. Sem eleições limpas e democráticas, não haverá eleição”, disse Bolsonaro.

Na última semana, a crise entre o Planalto e o Judiciário tem ficado cada vez mais intensa. O presidente chegou a fazer uma live para mostrar “indícios” de fraudes nas urnas eletrônicas e não conseguiu provar que efetivamente houve uma ilegalidade em 2014, quando Aécio Neves (PSDB) foi derrotado por Dilma Roussef (PT).

O presidente também tem atacado o presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luis Roberto Barroso. O órgão, por sinal, tem emitido comunicados oficiais para desmentir acusações sem provas ditas pelo presidente.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE