PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Bolsonaro diz só tem três alternativas: ser preso, morto ou vitorioso

Foto: Alan Santos/PR
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Presidente descarta que possa sofrer punição por seu mandato

Em declaração polêmica para lideranças evangélicas, em evento em Goiás, o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou na manhã deste sábado (28) que possui apenas três alternativas para o seu futuro: “estar preso, ser morto ou a vitória”.

Na sequência, Bolsonaro falou que a chance de ser preso não existe e que “nenhum homem na Terra vai me amedrontar”.

Bolsonaro é investigado pela CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Pandemia, no Senado Federal. A cúpula da comissão indica que vai aprovar relatório para incriminar o presidente por crime contra a humanidade pelo combate a pandemia.

Aos evangélicos, o presidente afirmou que tem a consciência que está “fazendo a coisa certa”. Ele insinuou ainda que o Brasil pode se tornar uma Venezuela ou a Argentina, em referência a governos de esquerda.

“Estamos preparando uma operação Acolhida no Rio Grande do Sul. Já vemos médicos argentinos fazendo Revalida no Brasil. A Argentina não tem como não dar errado.”

Em relação às polêmicas rotineiras, Bolsonaro voltou a defender o uso da hidroxicloroquina, medicamento comprovadamente ineficaz contra a covid-19, e insinuou que as urnas eletrônicas não são seguras, apesar de novamente não ter mostrado provas.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE