PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

BNDES aprova parceria com Prefeitura por ‘trem’ da Transguarulhense ao Aeroporto

VLT Guarulhos
Foto: reprodução
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Ideia é ligar o VLT com terminais de ônibus, futuras estações de Metrô e de trem na cidade

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e o Banco alemão KfW confirmaram, nesta quarta-feira (25), a aprovação uma parceira com a Prefeitura de Guarulhos para viabilidade de um projeto de um VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) que pretende ligar o Parque Transguarulhense e o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em Cumbica.

A ideia é que o futuro VLT conecte a região central com os terminais de ônibus, uma futura estação do metrô e estações de trem para garantir maior mobilidade, principalmente aos moradores de bairros mais distantes como Pimentas, Bonsucesso e Jardim São João.

“Com esta conquista, podemos agora dar mais um passo para planejar o futuro sustentável de Guarulhos e deixar um grande legado para as próximas gerações, por meio de um sistema de transporte avançado que privilegie a população dos bairros mais distantes da região central”, afirmou o prefeito Guti (PSD).

A inclusão de Guarulhos garantirá o apoio técnico aos estudos de pré-viabilidade nos projetos de implantação do VLT nas linhas planejadas para a cidade. O suporte será custeado com recursos a fundo de longo prazo do governo alemão, que devem chegar a até 450 mil euros.

Os projetos-alvo da chamada foram aqueles que buscam reduzir emissões de gás carbônico, além de promover a inclusão social e o desenvolvimento de tecnologias que sejam sustentáveis financeiramente e alinhadas aos planos urbanos existentes, promovam a integração e contribuam para a melhor eficiência do transporte público e tenham caráter inovador nas áreas tecnológica, financeira, social, de governança e operação, bem como promovam benefícios socioeconômicos e à saúde da população.

O projeto ainda pode ser alvo de uma PPP (Parceria Público Privada) para ser executado, mas, neste caso, a experiência prévia da Prefeitura com esses modelos, a existência de legislação pertinente e de mecanismos de garantia de eventuais recursos públicos necessários para a implementação e/ou operação do projeto serão avaliados e valorizados.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE