fbpx
PUBLICIDADE

Baterista do Foo Fighters, Taylor Hawkins morre aos 50 anos

Taylor Hawkins
Foto: reprodução/Facebook
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Músico foi encontrado morto em um hotel na Colômbia. Banda não se manifestou sobre show no Lollapalooza

Baterista da banda Foo Fighters, o músico Taylor Hawkins foi encontrado sem vida na sexta-feira (25), em um hotel em Bogotá, na Colômbia, onde estava hospedado. A causa da morte não foi divulgada.

A banda é uma das principais atrações do festival Lollapalooza, no Brasil, e tem uma apresentação no Lollapalooza prevista no domingo (27). Ainda não há confirmação se o show ocorrerá.

Em suas redes sociais, a banda liderada pelo vocalista Dave Grohl confirmou a morte do parceiro nas redes sociais.

“A família Foo Fighters está devastada pela trágica e prematura perda de nosso amado Taylor Hawkins. Seu espírito musical e riso contagiante vão viver conosco para sempre. Nossos corações vão a sua mulher, filhos e família, e pedimos que sua privacidade seja tratada com o máximo de respeito nesse tempo de dificuldade inimaginável”, diz o comunicado da banda.

O Foo Fighters foi formado em 1994, em Seattle, Washington (EUA), pelo vocalista Dave Grohl, ex-baterista do Nirvana, que teve seu fim com o trágico suicídio de Kurt Cobain.

Taylor Hawkins se juntou a banda três anos depois, após um atrito entre o vocalista e o ex-baterista William Goldsmith. Antes, Hawkins atuou como baterista de Alanis Morissette.

Durante os shows do Foo Fighters, constantemente Taylor tomava o microfone para uma performance vocal.

Ele também tinha outros projetos o NHC, onde tocava com Dave Navarro e Chris Chaney, do Jane’s Addiction. Ele também liderava a Taylor Hawkins and the Coattail Riders e tinha uma banda cover chamada Chevy Metal.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM