fbpx
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Base aliada falta à sessão e oposição consegue derrubar terceirização no esporte

Leandro Dourado, vereador
Foto: Karina Yamada
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Projeto já tinha sido aprovado em primeira discussão na Câmara de Guarulhos

Com a falta de oito vereadores da base governista, a oposição conseguiu impedir a aprovação do projeto 571/2022, que permitia a terceirização de serviços no esporte de Guarulhos, na sessão desta quarta-feira (21), na Câmara Municipal.

O projeto teve 17 votos favoráveis e nove contrários, que foram da oposição. O texto precisava de maioria absoluta, ou seja, aprovação de 23 parlamentares. Os faltantes – todos aliados do prefeito Guti (PSD) – foram responsáveis pela derrota na votação.

A proposta tinha sido aprovada em primeira votação. Se fosse aprovada novamente hoje, seria encaminhada para a sanção de Guti. O projeto permitiria a contratação de entidades para a gestão de equipamentos bem como para o gerenciamento e a operacionalização de projetos e programas desportivos e de lazer desenvolvidos pela Prefeitura.

Após a proclamação do resultado, o vereador Leandro Dourado (PDT) voltou a fazer ataques pessoais ao prefeito, o chamando de “incompetente” e “piada”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM