fbpx
PUBLICIDADE

Atacante guarulhense do Grêmio perde pai e avô na mesma semana pela covid-19

Foto: Arquivo pessoal
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Na melhor fase da carreira, Ricardinho vive drama por causa da pandemia

Com passagem pelo Flamengo de Guarulhos, o atacante Ricardinho se destaca no Grêmio, com boas atuações no Campeonato Gaúcho e na Copa Libertadores da América. Apesar disso, aos 19 anos, o jovem vive um drama particular. Na terça-feira (30), perdeu o pai Ricardo Viana para a covid-19. Ontem (10), foi a vez do avô José Alfredo Luis França falecer após ter sido infectado pelo coronavírus.

O Corvo emitiu nota oficial para lamentar a morte de Ricardo durante a semana. Ricardinho sempre comemora os gols com um gesto de continência, em homenagem ao pai, que era da Tropa de Choque da Polícia Militar de São Paulo.

Ricardinho chegou a ser liberado por conta da morte do pai, mas deve seguir no trabalho de preparação para o clássico contra o Internacional, amanhã, pelo Gauchão. Nas redes sociais, ele escreveu: “Não consigo acreditar nisso. Agora meu vôzinho está junto do meu pai”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM