PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Antônio Luiz do Valle: central do Samu recebe nome de conselheiro da saúde em homenagem póstuma

Homenagem Antonio Luiz do Valle
Foto: Fabio Nunes Teixeira/PMG
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

PUBLICIDADE

Toninho do Valle foi presidente do Conselho de Saúde entre 2016 e 2018. Faleceu em abril de 2019, vítima de um câncer

A Central de Regulação do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), na Vila João, recebeu nesta quarta-feira (13), o nome oficial de Antônio Luiz do Valle, ex-presidente do Conselho Municipal de Saúde no Biênio 2016-2018, vítima de um câncer em abril de 2019, aos 69 anos.

Antônio Luiz do Valle
Toninho do Valle (Foto: Arquivo Pessoal)
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

A cerimônia foi marcada pela emoção, saudade e a falta que Toninho, como era conhecido por todos, deixou com sua partida. O evento contou a presença da família, do secretário de Saúde Ricardo Rui, dos membros do conselho de saúde e de alguns convidados, todos orientados a seguir os protocolos de prevenção contra a covid-19.

Toninho era um homem de ação. Além de cobrar, levantava informações e foi capaz de detalhar em custos quanto o município perdia com macas reservas paradas enquanto não as colocava em operação para atender a quem precisava, como lembraram os amigos conselheiros de saúde Pedro Gomes, Luís Carlos e Lúcia Helena de Oliveira.

Esposa de Toninho, Ivone Maria do Valle agradeceu a todos e ressaltou o quanto é difícil para ela, até hoje, viver sem o marido. Ela relembrou ainda quando era conselheira de saúde e indicou Toninho para a função na UBS Jardim Tranquilidade.

“Eu apresentei o Toninho e ele espontaneamente resolveu aceitar. Eu falei: ‘você vai gostar, você está aposentado, mas eu tenho certeza que para você vai ser importante. Como você foi uma pessoa combativa na empresa, então agora seria uma oportunidade única para você participar junto com pessoas necessitadas de atenção, que precisam ser orientadas. Você tem uma bagagem a trazer por tudo que você fez, está fazendo e pode fazer em prol destas pessoas que precisam de uma palavra, de ajuda'”, contou Ivone.

Homenagem Antonio do Valle
Da esquerda para a direita: o filho Vitor, a esposa Ivone e a neta Bia (Foto: Fabio Nunes Teixeira/PMG)

A filha Claudia do Valle, se emocionou ao lembrar quando as sirenes das ambulâncias foram ligadas durante o velório do Toninho e o quanto seu pai era dedicado a causa da Saúde.

“Quantas vezes ele chegou em casa e chorava de ver pessoas que ele nem conhecia sofrendo dentro da ambulância e, às vezes, até perdendo a vida porque não deu tempo de chegar ao hospital. Tanto pelo próximos, quanto dos funcionários aqui [do Samu] que ele amava, ele falava muito de cada um aqui, e somos muito gratos por essa homengem”, disse a filha Claudia do Valle.

Homenagem Antonio do Valle
A filha Cláudia com a neta Sofia, do lado esquerdo da placa, e dona Ivone inauguram a placa com a homenagem do nome de Toninho (Foto: Fabio Nunes Teixeira/PMG

Eu ficava preocupado. Às vezes, chegava estressado, cansado, preocupado, mas dentro dele, ele se dedicava com amor. Queria fazer o melhor para a [área] Saúde de Guarulhos“, disse o filho Vitor Borges do Valle.

Este jornalista, a quem Toninho chamava de “garotinho”, por várias vezes teve o prazer de encontrar e pode participar do trabalho dele como conselheiro.

Homem dedicado às causas da saúde e a qualquer outra que lhe chamassem, desde que fosse nobre, Toninho também podia ser encontrado, muitas vezes, no estádio Antônio Soares de Oliveira, o Ninho do Corvo, onde ia para assistir aos jogos do Flamengo de Guarulhos.

Um pouco da história de Antônio Luiz do Valle

Antônio Luiz do Valle, conhecido pelos familiares e amigos como Toninho do Valle, foi presidente do Conselho Municipal de Saúde no biênio 2016-2018. Mas antes de falar do Toninho como conselheiro, é preciso falar do Toninho como pessoa.

Nascido no dia 31 de dezembro de 1949 em Serrana, no interior de São Paulo, próximo a Ribeirão Preto, Toninho chegou em Guarulhos aos 18 anos, quando veio tentar a sorte na cidade grande.  

Com dedicação, começou a trabalhar como montador de brinquedos na Estrela, às margens da Rodovia Presidente Dutra. Além de colecionar diversos amigos durante os 27 anos em que esteve na empresa, que deixou após se aposentar em um cargo de gerência, foi lá que Toninho conheceu a dona Ivone, em uma carona com direito a troca de olhares pelo retrovisor.

A união de Toninho e Ivone gerou dois filhos, Cláudia e Vitor, que respectivamente lhe deram duas nestas, Beatriz e Sofia.

Durante sua aposentadoria, Toninho gostava de passar o tempo com a família, fosse no sítio de Ribeirão Preto ou em casa, quando comia os pastéis feitos por sua mulher. Era praxe no Dia dos Pais sentar-se com os familiares para conversar sobre a vida e o dia a dia, ou mesmo sobre futebol, já que Toninho era um santista apaixonado.

O mesmo ritual se repetia no réveillon, quando Toninho comemorava a passagem de ano e seu aniversário.

A participação de Toninho pelo Conselho Municipal de Saúde começou com um empurrãozinho da Ivone. Depois de não se conformar com a demora do atendimento na UBS do Jardim Tranquilidade, ela foi convidada a participar do conselho daquela unidade.

Ivone gostava do que fazia, mas sabia que Toninho também poderia fazer muito pela cidade e incentivou o marido a participar.

Toninho não poupou dedicação em trabalhar pela população e em buscar melhorar a qualidade da saúde pública no município. Quem conheceu e acompanhou seu trabalho sabe que ele não media esforços para ajudar tanto os profissionais de Saúde como os guarulhenses que dependiam do serviço.

Sabia como ninguém todos os dados possíveis da área de saúde municipal, desde o orçamento municipal: se subia, diminuía, ou se faltava recursos. Sabia até mesmo quanto tempo uma maca ficava presa e, mais do que apenas apresentar problemas, apresentava soluções. E mesmo diante de todo este trabalho voluntário, sempre tinha tempo para a família e os amigos.

Infelizmente, alguém que sempre lutou pela saúde foi vítima de um câncer. Toninho do Vale não estará mais entre nós fisicamente, mas seu trabalho sempre será lembrado por aqueles a quem ele ajudou e seu nome será eternizado nessa singela homenagem de um serviço essencial pelo qual ele sempre lutou e defendeu: o Samu de Guarulhos.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
COMENTÁRIOS
VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE