fbpx
PUBLICIDADE

Aeroporto de Guarulhos é o primeiro a ter Certificação de Saúde Aeroportuária da ACI

máscara coronavírus aeroporto
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

De acordo com GRU Airport, essa conquista reforça que as regras sanitárias adotadas estão alinhadas com as melhores práticas do setor e com as diretrizes da International Civil Aviation Organization (ICAO)

A GRU Airport, concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, é o primeiro aeroporto no Brasil a conquistar a certificação Airport Health Accreditation, Credenciamento de Saúde Aeroportuária, na tradução literal, da International Airport Council International (ACI), que avalia as medidas de saúde e higiene adotadas para promover a segurança dos passageiros, frequentadores e funcionários.  

Para conquistar esse selo de qualidade foram analisadas diversas áreas e processos da Gru Airport incluindo acessos aos terminais, áreas de check-in, processos de segurança, portões de embarque, lojas, praças de alimentação, equipamentos como pontes de embarque, escadas rolantes e elevadores, áreas de controle de fronteira, de atendimento ao cliente, cuidados com bagagens, desembarque e instalações como banheiros e demais áreas de convivência.

“A conquista dessa importante certificação só foi possível com o esforço de todos da Gru Airport e principalmente com a ajuda da equipe da Anvisa, que exerce muito bem seu papel de órgão fiscalizador e sempre nos auxiliou com as orientações e na implantação das melhores práticas sanitárias para tornar o aeroporto uma referência no país e um ambiente cada vez mais seguro“, afirmou o diretor de operações da GRU Airport, Cmte. Miguel Dau.

Os aeroportos da América Latina e do Caribe adaptaram seus procedimentos às recomendações do CART da ICAO e às melhores práticas do setor. O ACI Airport Health Accreditation dá aos aeroportos a oportunidade de demonstrar aos passageiros, funcionários, reguladores e governos que os aeroportos estão priorizando a saúde e a segurança de uma forma mensurável e estabelecida, ao mesmo tempo que validam suas próprias medidas e processos”, disse o Dr. Rafael Echevarne, Diretor Geral da ACI-LAC.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM