fbpx
PUBLICIDADE

Academia Guarulhense de Letras empossa três novos membros

Francisco, Wellington Alves e Bassuma x posse na AGL
Foto: Rosangela Aparecida Claro Corrêa
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Cerimônia na Bienal do Livro de Guarulhos foi marcada por emoção

A AGL (Academia Guarulhense de Letras) empossou três novos integrantes em cerimônia realizada na noite de sábado (13), na Bienal do Livro de Guarulhos, no Internacional Eventos. O encontro foi conduzido pelo presidente da entidade, o jornalista Valdir Carleto.

No início, os participantes cantaram os hinos do Brasil e a Guarulhos. Após, foi entoado o hino da AGL pelo cantor Fabio Augusto.

Os novos acadêmicos são Wellington Alves, jornalista do GRU Diário, Milton César Bassuma, que adota o nome de Yannick Bassuma, e Francisco de Souza. Na mesma cerimônia, Elaine Patrícia Maltez Souza Francesconi ganhou o título de “acadêmica honorária”.

Ao serem empossados, eles fizeram juramentos de dedicação às atividades do Sodalício e falaram sobre os patronos de suas cadeiras e de suas trajetórias.

Wellington, aos 37 anos, se torna o acadêmico mais jovem da entidade. Com três livros publicados (Guarulhos Vermelha, Anos de Chumbo em Guarulhos e Prêmio da Literatura Guarulhense – com uma poesia) e 16 anos de carreira jornalística, ele assumiu a cadeira 16, que homenageia o escritor guarulhense Nelson Natalino. Em seu discurso, ele fez uma homenagem aos seus pais, que venderam um Fusca azul 1974 para o ajudar a ingressar na faculdade de Jornalismo em 2005.

“Espero honrar a Academia e contribuir para que ela se torne cada vez mais referência para outros autores”, afirmou Wellington.

Bassuma fica na cadeira 14, do escritor Arlindo José da Veiga Cabral dos Santos. Biólogo e professor da Escola de Aviação Civil, o escritor é autor de três livros (Peregrino, Um Professor Diferente e Frases para iluminar seu dia). Ele destacou sua trajetória literária e o seu sonho de construir um Brasil melhor.

Francisco passa a ocupar a cadeira 15, do jornalista Mario Raul de Moraes Andrade. Advogado e doutor em Direito Civil pela USP (Universidade de São Paulo), ele foi professor universitário. Autor do livro “Rumo a Noroeste”, Francisco comentou seu desejo de expandir a cultura nordestina em Guarulhos.

Com os novos integrantes, a AGL passa a contar com 32 membros. A entidade se reúne mensalmente, na última quarta-feira de cada mês, às 14h, em sua sede, no Lago dos Patos.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM