fbpx
Campanha Governo do Estado Doação de Órgãos
PUBLICIDADE

Filho de traficante do PCC acusa quatro policiais de Guarulhos de extorsão

Foto: Rômulo Magalhães
Compartilhe
PUBLICIDADE
Previous slide
Next slide

Caso é investigado pela Corregedoria Civil e policiais apontaram inconsistências na fala do rapaz foragido

Quatro policiais civis de Guarulhos são investigados pela Corregedoria da Polícia Civil por supostamente terem extorquido Gabriel Donadon, 24 anos, filho de Anderson Lacerda Pereira, ligado ao Primeiro Comando da Capital (PCC ), segundo informações do portal Uol.

O rapaz afirmou à corregedoria, no dia 16 de fevereiro, que teve de pagar R$ 400 mil em espécie e ceder uma Land Rover aos investigadores após ser detido por eles uma semana antes em Mogi das Cruzes.

Inicialmente, de acordo com o rapaz, os policiais pediram R$ 5 milhões por conta de uma “pendência de valores” do pai dele.

A denúncia, porém, apresenta algumas inconsistências, já que os policiais contaram outra história. O pai de Gabriel coordenava um amplo caso de corrupção investigado pelo 4ºDP de Guarulhos e que culminou na prisão de pelo menos 11 pessoas, entre eles um ex-secretário de segurança em Arujá.

Os investigadores alegam ter chegado a esta investigação por meio de uma série de pen-drives escondidos em uma viatura pelo próprio Gabriel enquanto ele era conduzido à delegacia em uma operação que visava encontrar o pai dele. Os pen-drives continham informações sobre o esquema criminoso realizado em Arujá.

Tanto Anderson quanto Gabriel estão foragidos. De acordo com a reportagem do Uol, Anderson, procurado pela Interpol, morava em um condomínio do Arujá com vizinhos policiais e os tentava carros luxuosos, seguranças, charutos importados e correntes de ouro no pescoço.

O Uol afirma ainda que teve acesso a documentos que permitem confirmar a localização do veículo apreendido pelos policiais.

Veja a íntegra da reportagem do Uol aqui.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
Previous slide
Next slide
Compartilhe
VEJA TAMBÉM